10 regras universais para construir músculos por BEN PAKULSKI

Existem vários truques e segredos no bodybuilding, mas existem coisas que basta usar o senso comum e a lógica, que com isso, obtemos grandes ganhos. Todos sabem que B. Pakulski é um grande cientista e bodybuilder… Logo, trazemos mais material de ÓTIMA  qualidade para todos os leitores do blog. E vamos ao artigo!

“Todos nós sabemos que sou um fanático por boa e correta execução. Eu sempre faço meu melhor para explicar, SIM, existe um jeito certo de fazer as coisas! Isso não significa necessariamente que as outras formas estão erradas… somente não são tão eficientes e efetivas.

Regras universais para construir músculos:

1- Um músculo é MAIS FRACO em seus extremos de seu raio de ação. Assim, aprender a isolar esses pontos da curva de força e torná-los mais fortes. Como resultado, você irá ficar mais forte no meio da amplitude e CRESCIMENTO IRÁ OCORRER.

2- Sempre tente trabalhar um músculo em sua total amplitude, em sua gama completa de movimento, isso pode não ser possível em apenas UM exercício, mas é sempre possível dentro de um treino inteiro.

3- Músculos não reconhecem o peso ! Músculos reconhecem TENSÃO ! Aumente a tensão, aumente o crescimento !

4- TEMPO sob TENSÃO = CRESCIMENTO

5- SEMPRE INICIE com o músculo alvo ! (se você está treinando seus deltoides , o primeiro movimento deve vir dos deltoides , não de outro músculo ou usando balanço demais !)

6- CONTROLE sob todas as fases da contração é obrigatório. Uma repetição negativa ( excêntrica ) deve estar sob esse controle consciente de que você pode mudar de direção a qualquer ponto do raio de ação, e comece a voltar novamente ( concêntrica) .

7- Músculos maiores requerem mais estímulos para chegar a exaustão. Mas também levam mais tempo para se recuperar entre os treinos .

8- SAIBA qual músculo são de contração rápida e quais são de contração mais lenta ! Isso SEMPRE vai afetar a abordagem que você usa para treinar aquele músculo.

9- Trabalhe com uma variedade de amplitudes nas repetições em cada treino. Diferentes tipos de amplitudes irão permitir que você varie seu TST (Tempo sob tensão), e assegure-se que está treinando todos os tipos de fibras.

10- Aperte os músculos como se você quisesse tirar suco deles!

Tradução e adaptação Gabriel Ortiz

Gostou do Post ? Ele lhe foi útil ? Deixe seu comentário, sugestão ou crítica, compartilhe com os amigos. Um grande abraço e até o próximo.

agmjunior

Adicione aqui suas Informações biográficas

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *