4 Estratégias Poderosas Para Acelerar Sua Recuperação Muscular

A maioria das pessoas dão muita ênfase ao treinamento e tem como premissa o “quanto mais melhor”, porém, essa regra não é verdadeira e se você não der atenção adequada a sua recuperação muscular, não terá resultados maximizados em ganhos de massa muscular. A seguir compartilharei 4 dicas poderosas para acelerar sua recuperação muscular.

4 Estratégias Poderosas Para Acelerar Sua Recuperação Muscular

 

1 – Faça Dietas De Excesso Calórico

Prato com uma refeição perfeita

Se você não fizer um consumo calórico diário total adequado para as suas necessidades e seus objetivos, você não conseguirá nem recuperar-se adequadamente para os próximos treinos e muito menos ganhar massa muscular adequadamente.

Existem 3 consumos calóricos que você pode realizar, que são: déficit calórico, manutenção e excesso calórico.

O déficit calórico é recomendado para pessoas que estão em um objetivo de perda de peso, pois, e ele é criado através do gasto calórico dos exercícios e uma dieta restrita.

A dieta de manutenção, como o nome já diz, é utilizada para pessoas que querem apenas manterem seu peso corporal total e não mudarem nada.

Já a dieta de excesso calórico, ou hipercalórica, é utilizada para pessoas que desejam ganharem peso (logicamente com predominância em massa muscular)

Muita gente não ganha massa muscular e não recupera-se adequadamente por justamente não estarem fazendo uma dieta nos níveis adequados…

Isso pode ser por vários motivos, desde financeiros até a próprio desleixo mesmo…

Portanto se estiver percebendo que não está ganhando massa muscular e não recuperando-se adequadamente para o seu próximo dia de treinamento, é bem provável que sua dieta está no nível de déficit calórico ou no máximo no nível de manutenção…

E isso é bem provável, pois, em dietas de déficit calórico, os níveis dos hormônios anabólicos ficam reduzidos e por isso que nesse tipo de dieta o grande objetivo nem é ganhar massa muscular, e sim apenas preservar o que se conquistou.

2 – Faça Uma Dieta Rica Em Proteínas

Imagem de frango assado no mel

As proteínas serão o macronutriente mais importante para a construção muscular, pois, fornecerão os aminoácidos necessários para a construção de massa muscular.

Uma ingestão de 1,5 a 2,0 gramas de proteínas por quilo de peso corporal geralmente é o mais indicado para praticantes de musculação, mas, devo alertar que essa é uma regra geral e esse assunto daria muito “pano pra manga”e que não dá para ser debatido por aqui já que esse não é o foco do assunto…

Fazer refeições pré treino e pós treino ricas em proteínas pode ajudar na recuperação muscular e melhora sua imunidade.

3 – Tenha Uma Boa Quantidade De Horas De Sono

Homem musculoso no sono anabólico

Esse é uma dica bem conhecida, porém, mal aplicada pelas pessoas…

Todo mundo sabe da importância de boas horas de sono, porém são raros os que colocam em prática…

A privação de sono pode provocar a perda de massa muscular atrapalhando os seus resultados.

Além disso ela reduz a produção de hormônios anabólicos que ajudam na produção de massa muscular, tais como o GH e o IGF-1…

As poucas horas de sono também estão associadas a outros efeitos negativos, como a diminuição da capacidade de perda de gorduras, e riscos cardiovasculares…

Portanto, o recomendado é você dormir entre 7 a 9 horas de sono para maximizar sua recuperação muscular e também melhorar seus ganhos em massa muscular.

4 – Faça Uma Boa Distribuição Entre Dias De Treinos E Descanso

Homem malhado e jovem

Como eu havia dito no início deste artigo, muitas pessoas acham que quanto mais treinarem melhores serão os seus resultados, e com isso, fazemo muitas sessões de treinos semanais, longas sessões de treinamentos e uma distribuição ruim entre dias de treinos e dias de descanso…

Tudo isso terá como consequência dificuldades de recuperação, overtrainning que é justamente atingir o excesso de treinamentos e que vai piorar sua capacidade de recuperação, trazer dores musculares persistentes, irritações, e queda no desempenho físico e nos resultados…

Um iniciante deve treinar 3 vezes por semana em dias alternados; já um intermediário entre 3 a 4 vezes por semana, e um avançado entre 4 a 5 vezes por semana (pessoas comuns, não atletas/fisiculturistas).

Treine apenas o suficiente e não excessivamente…

Aumentar a frequência de treinos sem motivos, sem planejamento, desnecessariamente não irá trazer mais resultados para você, muito pleo contrário, pode piorar os seus resultados principalmente por reduzir sua capacidade de recuperação muscular.

Por Diogo Costa

Gostou do Post ? Ele lhe foi útil ? Deixe seu comentário, sugestão ou crítica, compartilhe com os amigos. Um grande abraço e até o próximo.

agmjunior

Adicione aqui suas Informações biográficas

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *