Carboidratos que não Engordam e ainda Queimam Gordura

Conheça nesse artigo um tipo bem especial de carboidratos que além de não engordarem, ainda são capazes de ajudar no gasto calórico e na perda de gordura. Não poderia ser melhor, não é mesmo? Continue lendo e conheça nossa explicação completa sobre o assunto.


Carboidratos que não Engordam e Queimam Gordura

Os carboidratos contidos em alimentos como batatas e arroz geralmente são deixados de lado assim que alguém começa uma dieta e passa a controlar as calorias. Mas uma pesquisa recente indica que alguns tipos de carboidrato devem fazer parte da dieta e podem inclusive ajudar na perda de gordura.

Por quê? Estes tipos de alimentos contém o chamado “amido resistente” que é um tipo de fibra especial que os especialistas dizem que é um dos avanços nutricionais mais sensacionais dos últimos anos.

Homem com o abdômen sarado

Amido Resistente

Essa pode ser a primeira vez que você está lendo sobre esse “amido resistente”, mas é bem provável que ele tenha sempre feito parte da sua vida sem você saber. O amido resistente é um tipo de fibra que é encontrada naturalmente em muitos alimentos ricos em carboidratos, como as batatas, grãos e feijões, principalmente quando esses alimentos são refrigerados.

O amido resistente tem esse nome porque ele “resiste” a digestão no organismo! Essa característica é comum aos outros tipos de fibras, mas o que faz o amido resistente tão especial é o impacto direto que ele causa na perda de peso e até mesmo na saúde de maneira geral.

Se você faz dieta, esse tipo de carboidrato é o aliado ideal para o uso dos suplementos emagrecedores, pois esse tipo de alimento não aumenta apenas a capacidade do corpo queimar gordura, mas também promove maior sensação de saciedade, ou seja, você se sente mais satisfeito quando ingere esse tipo de alimento e ajuda a diminuir a fome exagerada que ocorre principalmente no começo da dieta.

Por que é tão eficiente?

O amido resistente é bem volumoso e ocupa bastante espaço no estômago. E como ele não é absorvido pelo organismo, ele nem chega a entrar na corrente sanguínea. Em outras palavras, esse tipo de alimento não tem o mesmo destino dos outros carboidratos, que geralmente são estocados como gordura corporal quando você ingere mais do que gasta.

O amido resistente pode ajudar ainda de mais duas formas: no aumento da queima de calorias e diminuição dos níveis dos hormônios que causam fome.

Mulher com a barriga tanquinho

Queimando mais Calorias

Ao contrário de algumas fibras, o amido resistente é fermentado quando chega no intestino grosso.
Este processo cria ácidos benéficos, incluindo um ácido chamado butirato. Esse ácido é capaz de bloquear a capacidade do organismo queimar os carboidratos.

Mas não queimar os carboidratos não é uma coisa ruim? Não! Isso é excelente para perda de gordura, pois impede que o fígado use esses carboidratos como combustível para se manter em atividade durante a digestão e, em vez disso, passa a consumir as reservas de gordura corporal em busca de energia. Com isso o corpo é forçado a queimar a camada de gordura progressivamente para usá-la como energia. Caso contrário o corpo queimaria primeiro os carboidratos que consumimos e deixariam a gordura corporal como segunda opção.

Um estudo concluiu que substituir apenas 5,4% do total de consumo de carboidratos por amidos resistentes pode causar um aumento de até 30% na queima de gordura após a refeição.

Controle dos Hormônios da Fome

Estudos em animais confirmaram que o consumo de amido resistente faz com que o corpo libere mais hormônios que causam saciedade.

Uma refeição contendo amido resistente causa uma resposta hormonal que funciona como se o corpo “apertasse o botão para desligar a fome”, fazendo com que você coma menos. Segundo as pesquisas, esses benefícios não ocorrem com outras fibras.

Alimentos que Contém Amido Resistente:

Imagem de pão integral

 

Arroz Integral
Macarrão Integral
Macarrão Branco, desde que seja refrigerado assim o amido resistente é recristalizado. Dica: Salada de Macarrão
Pão Integral
Batata Cozida
Banana “verde”: Pois é… para a banana ser classificada como Amido Resistente ela precisa ainda estar um pouco verde.
Aveia
Feijão
Lentilha
Dentre outros…

Gostou do Post ? Ele lhe foi útil ? Deixe seu comentário, sugestão ou crítica, compartilhe com os amigos. Um grande abraço e até o próximo.

agmjunior

Adicione aqui suas Informações biográficas

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *