Como Fazer Um Hipercalórico Caseiro Bom, Gostoso e Barato e Porque Ele é Melhor Que o Comprado Em Lojas De Suplementos

Desenvolvido para aqueles que querem aumentar seus músculos mas têm muita dificuldade para ganhar peso, o hipercalórico combina uma série de nutrientes de alto valor energético e fácil absorção.

Ainda que você possa comprar um hipercalórico já pronto em lojas de suplementos esportivos, fazer o suplemento em casa garante um maior controle sobre os ingredientes e também permite uma variação na composição nutricional, já que você escolhe o que e quanto colocar de cada componente.

Confira a receita do hipercalórico caseiro e também aproveite para saber um pouco mais sobre o suplemento.

Suplementos hipercalóricos

Como o próprio nome já diz, os hipercalóricos servem para aumentar a quantidade de calorias que você ingere ao longo do dia. Em geral, esses suplementos são utilizados por quem tem dificuldade em aumentar o peso ou então por aqueles que não conseguem atingir o consumo necessário de calorias somente através da alimentação.

Pessoas com físico do tipo ectomorfo também podem se beneficiar com o uso de um suplemento hipercalórico, pois muitas vezes um aumento repentino no consumo de alimentos calóricos pode trazer um grande desconforto intestinal – o que tende a ser evitado com o uso de suplementos.

Por que fazer um hipercalórico caseiro?

Além de escolher os ingredientes e saber exatamente o que está ingerindo, fazer um hipercalórico caseiro permite que você gaste menos e também escolha o sabor que mais lhe agrada. Afinal de contas, verdade seja dita, alguns hipercalóricos têm um gosto bastante artificial, o que dificulta consumir o suplemento todos os dias sem enjoar.

Muitas pessoas também optam por fazer um hipercalórico caseiro porque os suplementos à venda costuma ter baixa concentração de proteínas, o que pode ser facilmente modificado com a adição de albumina ou whey à receita do hipercalórico caseiro.

Ingredientes

Alguns dos principais ingredientes para qualquer receita de hipercalórico caseiro são a aveia, a maltodextrina, albumina/whey protein e o achocolatado. Saiba para que servem alguns desses itens da receita de hipercalórico caseiro:

– Albumina

A proteína da clara do ovo é uma boa opção para aqueles que querem aumentar o consumo de proteínas sem gastar muito.  Alguns dos benefícios da albumina incluem a diminuição dos sintomas do pós treino (como dor muscular), aumento na síntese de proteínas e estimulo à hipertrofia muscular.

E por que acrescentar mais proteínas ao hipercalórico? Porque, afinal de contas, você quer ganhar massa muscular, e não gordura.

– Amendoim

O amendoim está em muitas receitas de hipercalórico caseiro pelo seu alto teor de proteínas e gorduras boas, que ajudam a ganhar peso sem causar inflamações e colocar a saúde em risco. Mas vale lembrar que as proteínas do amendoim são incompletas, então o seu uso acaba sendo mais por conta das gorduras e calorias mesmo.

Uma única porção de 100 gramas de farinha de amendoim contém 26 gramas de proteínas e 49 gramas de lipídios. Na mesma quantidade de farinha também encontramos 8 gramas de fibra alimentar, que ajuda a melhorar a absorção dos nutrientes e garante o funcionamento do intestino.

– Farinha de Aveia 

Saborosa, a aveia é uma fonte natural (e barata) de carboidratos complexos com baixo teor de gordura. Isso garante que você tenha energia por mais tempo e sem sofrer com quedas bruscas na concentração de açúcar na circulação – o que poderia deixá-lo sem disposição para treinar e ainda facilitar o acúmulo de gordura no abdômen.

– Maltodextrina

Sendo um carboidrato complexo, a maltodextrina tem absorção relativamente lenta, liberando glicose de maneira gradual na circulação e garantindo que você tenha energia por mais tempo para os exercícios.

E não é só para melhorar o desempenho durante os treinos que serve a maltodextrina: os diversos processos de reconstrução muscular necessitam de energia, e a maltodextrina é uma ótima fonte de combustível para o reparo das fibras musculares.

A maltodextrina também ajuda a repor os estoques de glicogênio nos músculos e estimula a entrada de aminoácidos nas células após os treinos (graças à sua atuação na liberação de insulina).

Na receita de hipercalórico caseiro a maltodextrina estará acrescentando mais calorias e facilitando a entrada das proteínas do amendoim e do whey nas células. 

– Whey Protein

Shake hiperproteico

Os benefícios do whey protein já são amplamente conhecidos, mas nunca é demais relembrá-los: aumento da síntese de proteínas e hipertrofia muscular, perda de gordura, melhora na recuperação pós-treino e prevenção do catabolismo.

s proteínas de alto valor biológico do whey protein possuem rápida absorção e garantem que você preserve e aumente sua massa muscular sem correr o risco de ver seus próprios músculos sendo utilizados como fonte de energia.

– Cacau

Além de dar sabor ao hipercalórico caseiro, o cacau também fornece antioxidantes (flavonóides) e minerais importantes, como o magnésio e o fósforo. O alto teor de magnésio da planta previne as câimbras musculares, enquanto o potássio ajuda a estabilizar os níveis de energia.

Já o flavonoide catequina contribui para uma diminuição dos níveis de miostatina, um fator de crescimento que limita o desenvolvimento do tecido muscular.

E não menos importante, o cacau também estimula a circulação, melhorando o fluxo sanguíneo e facilitando o envio de nutrientes para o tecido muscular.

Receita de Hipercalórico Caseiro

Confira duas receitas de hipercalórico caseiro bom, gostoso e barato:

– Hipercalórico com Albumina 

Ingredientes:

  • 2 kg de farinha de aveia (7.280 kcal);
  • 500 g de farinha de amendoim* (1.635 kcal);
  • 500 g de maltodextrina (1.880 kcal);
  • 500 g de albumina (1.665 kcal);
  • 500 g de cacau ou achocolatado (1.850 kcal).

Preparo: 

  1. Em um recipiente misture bem todos os ingredientes;
  2. Guarde a mistura em um pote fechado e mantenha-o em um local fresco e seco.

* Caso não encontre a farinha de amendoim já pronta, bata o amendoim sem casca no liquidificador (bata pouco, senão vira uma pasta) e junte a farinha obtida com os demais ingredientes.

  • Rendimento: 4 kg de hipercalórico (ou 30 porções de aproximadamente 480 kcal);
  • Total de calorias: 14.330 kcal;
  • Calorias por porção (133g): aproximadamente 480 kcal;
  • Custo total (aproximado): R$82,00 (ou R$20,5 por quilo de suplemento).

– Hipercalórico com Whey

Ingredientes:

  • 2 kg de farinha de aveia;
  • 500 g de whey protein;
  • 1 kg de Ovomaltine (ou Nesquik sabor morango, se for de sua preferência);
  • 500 g de castanha do Pará.

Preparo:

  1. Triture as castanhas do Pará no liquidificador, até obter um pó;
  2. Misture as castanhas com os demais ingredientes, mexendo até ficar homogêneo;
  3. Armazene em um pote com tampa.
  • Rendimento: 4 kg
  • Valor Nutricional (por porção de 140 g):
    • Calorias: 555 kcal
    • Proteínas: 30 g
    • Carboidratos: 76 g
    • Gorduras: 15 g
  • Custo total (aproximado): R$122,00 (ou R$30,5 por quilo).

Dicas

Homem bebendo uma vitamina

Na hora de tomar o hipercalórico basta misturá-lo com 300 ml de leite integral (ou leite de soja, amêndoas, arroz, para aqueles com intolerância à lactose) ou água;

  1. Para melhorar o sabor e acrescentar mais calorias à mistura, tome o seu hipercalórico caseiro com uma fruta (como a banana, que deixa a bebida mais cremosa);
  2. A aveia contém glúten, então caso seja alérgico experimente substituí-la por outra farinha (como a de quinoa ou amaranto) que não contenha a proteína;
  3. Para variar o sabor e aumentar as calorias, experimente bater o hipercalórico com um pouco de canela e mel;
  4. O preço do hipercalórico caseiro foi calculado com base nos preços encontrados em lojas atacadistas de cereais, onde produtos como a aveia chegam a custar até três vezes menos que nos supermercados convencionais;
  5. Outra maneira de mudar o sabor do hipercalórico caseiro é através da maltodextrina, que é comercializada sob diversos sabores, como tangerina, uva, açaí, abacaxi e limão;
  6. Se quiser aumentar o teor de fibras do seu hipercalórico caseiro, acrescente um pouco de farinha de linhaça, chia ou farinha de maracujá, que estimulam o intestino de maneira natural.

Orientação final sobre informações nutricionais, preço e sabor

Talvez esta seja a parte mais importante de todo o artigo. Agora que você já entendeu um pouco sobre a ideia geral de um hipercalórico caseiro, os ingredientes e viu algumas dicas, abordaremos um conceito simplificado para você pensar na hora de planejar o seu hipercalórico.

Se você busca fazer um hipercalórico caseiro parecido com os mais vendidos do mercado, alguns inclusive importados muito conhecidos, você deve compor cada porção de hipercalórico para conseguir algo como:

  • 100g de carboidratos
  • 25g de proteínas
  • 1g-9g de gorduras

OBS sobre leite: Lembrando que se você tomar essa porção com leite você estará adicionando mais umas 15g de carboidratos e 9g de proteínas.

Carboidratos: Para conseguir os carboidratos você pode usar maltodextrina/aveia/frutas

Proteínas: Use albumina se quiser o mais barato possível. Use whey se quiser a melhor proteína, com melhor digestão.

Gordura: Se não quiser muita gordura não adicione nada especifico. A aveia já tem um pouco de gordura. Se quiser adicionar calorias de gordura boa utilize farinha de coco, abacate ou farinha de nozes/amêndoas/amendoim.

SABOR: Use a propria fruta para dar sabor ou um produto do tipo Nescau, Toddy, Ovomaltine, Quick de morango e similares.

Artigo original mundodaboaforma.com.br

Gostou do Post ? Ele lhe foi útil ? Deixe seu comentário, sugestão ou crítica, compartilhe com os amigos. Um grande abraço e até o próximo.

agmjunior

Adicione aqui suas Informações biográficas

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *