Conheça a Oxandrolona (Anavar)

Neste artigo, conheça a Oxandrolona, uma droga bastante conhecida no meio culturista e hoje também no fitness.Antes de iniciarmos, gostaria de deixar bem claro que este é um post com caráter unicamente informativo e que não incentiva o uso de quaisquer substâncias.

Lembre-se que esteroides anabolizantes podem tratar consequências graves para a sua saúde e qualquer uso deve ser acompanhado e orientado pelo médico endocrinologista. Como você poderá observar, apesar do benefício de poucos ou quase nenhum colateral oferecido pela oxandrolona, ele pode ser uma grande vilã. Por isso, não utilize substâncias sem acompanhamento profissional.

Uma das drogas mais conhecidas no mundo atual e uma das drogas mais utilizadas em todos os tempos por homens e mulheres é a oxandrolona, conhecida comercialmente e, principalmente pelo nome de Anavar. Este esteróide é um dos mais utilizados em ciclos de cutting, evitando assim a perda muscular e, conferindo uma maior síntese proteica e, diferente da testosterona, por exemplo, sem causar retenção hídrica.
Oxandrolona é um derivado oral da DHT, modificada e com meia-vida alterada. Todavia, esse derivado da DHT é impossível de se converter em estrógeno, fazendo assim com que problemas comoginecomastia, retenção hídrica (o que é ótimo para atletas de artes marciais) e outros não aconteçam. Além disso, a Oxandrolona é um esteroide pouco ou quase nada androgênico, causando uma virilização mínima (ou nem causando), o que proporciona seu uso conveniente para mulheres e atletas de fitness.
Clinicamente, a Oxandrolona era principalmente usada em pacientes com HIV em estado avançado, proporcionando um efeito anticatabólico considerável. Dependendo da dosagem em que é administrada, a síntese proteica pode ser melhorada de maneira extremamente eficaz e, nesses pacientes, isso é mais do que necessário.
A Oxandrolona é conhecida por seu efeito relativamente não muito tóxico. Todavia, como qualquer medicamento, ela possui sim efeitos colaterais que devem ser observados com cuidado. Aqui, paro e começo a registrar algumas coisas que empiricamente venho observando.

1- Qual dosagem você utilizará da droga?

Essa pergunta é extremamente importante, na medida em que 10mg da substância não podem ser comparados com 200mg da mesma. Certamente, 200mg será uma dosagem muito mais tóxica ao organismo, principalmente ao fígado, afinal, estamos falando de uma substância 17-aa, metabolizada no fígado. Desconheço também indivíduos que tiveram algum problema gástrico com o uso da Oxandrolona, diferente de outras drogas como a Metandrostenolona ou até mesmo a Oximetolona.
Este tipo de droga, particularmente, considero MUITO fraca. Aliás, usuários de Oxandrolona, pelo público masculino não costumam utilizar dosagens baixas da droga, favorecendo ainda mais para um consumo tóxico maior.

2 – Em 5% dos usuários de Oxandrolona, quadros de desvios psíquicos ou psiquiátricos acontece

Esses desvios podem ser desde uma leve depressão, até casos mais graves como síndromes e outras. E não é necessário que sejam usados muitos mgs para esse colateral (nas pessoas propensas a) aparecer. 20mg diários já são mais do que suficientes.

3- Dosagens e principais objetivos no uso

Se existe uma droga que, para obter efeitos satisfatórios, necessita de altas dosagens, essa é a Oxandrolona. Para se ter uma noção, pacientes em estado avançado da infecção por hiv podem chegar a utilizar 80mg da droga. (e ainda tem indivíduos que acham que com 50mg de oxandrolona, o efeito será visível)…
Dosagem é algo muito pessoal, porém, em ciclos com outros esteróides, bodyuilders JAMAIS usam dosagens menores do que 100mg, isso em 5 ou talvez 8 semanas. No caso de mulheres, a dose é muito menor, variando de 20-80mg, conforme o objetivo e a experiência com a droga. Porém, devo dizer que a Oxandrolona não é a droga mais utilizada pelos bodybuilders justamente por esse inconveniente, ainda mais se estivermos falando de ciclos que visam um aumento significativo da massa muscular. Sinceramente, refiro-me sempre a atletas profissionais, visto que não acho que amadores ou pessoas que se importam unicamente com fatores estéticos devam fazer uso de esteroides anabolizantes.
Caixa de anavar
Normalmente, os principais usuários são mesmo as mulheres e os praticantes de outras modalidades como lutadores etc. Estes conseguirão um pequeno aumento na massa muscular, na resistência física e, pela detecção da droga relativamente curta no corpo, correrão menos riscos em exames anti dopagem. Dentre esses, muitos não buscam só esse efeito parcialmente anabólico, mas combinam com dietas de perda de gordura, fazendo com que o aumento (mesmo que extremamente baixo) da massa muscular, contribua ainda mais para o aumento metabólico basal e consequentemente no gasto calórico, resultando em maior eliminação de gordura.
Outro uso bastante frequente da Oxandrolona é como anticatabólico, podendo utilizar doses de 10-20mg diários por períodos longos, visto que não é uma droga que altere significativamente o eixo HTP.

4- Toxidade e efeitos colaterais

A Oxandrolona é um esteroide, como dito, 17-alfaquelato, metabolizado no fígado e com baixo grau de toxidade quando usado em doses pequenas. Além disso, os efeitos colaterais da droga são praticamente inexistentes, visto que ela não aromatiza, não gera problemas de impotência sexual, calvície, não aumenta a oleosidade da pele, não causa atrofia testicular e, enfim, não é tão prejudicial ao eixo HTP. Aliás, acne e pressão alta, por esses colaterais anteriores citados também não são comuns ao uso de oxandrolona.

5- Combinações

A Oxandrolona apresenta uma gama de possibilidade de combinações quando não utilizada sozinha. No caso de homens, ela pode ser combinada com testosterona, trenbolona, boldenona e stanozolol, desde que esse não seja em forma oral. Já o público feminino, acaba ficando um pouco mais estreito em seu uso, podendo combiná-la com stanozolol (injetável, sempre) ou nandrolona para as mais experientes.
Exemplo de ciclo com Oxandrolona:
1-10 .:. 600mg Fenilpropionato de testosterona/sem
1-4 .:. 100mg Oxandrolona/Dia
4-10 .:. 400mg Primobolan/Sem
Conclusão
 
Oxandrolona é uma droga com baixo anabolismo, que não causa retenção hídrica e possui colaterais relativamente baixos. Porém, o que a torna inconveniente são as dosagens cavalares necessárias da droga, tornando-a tóxica, principalmente ao fígado.
A Oxandrolona é melhor aproveitada por mulheres que necessitam de dosagens inferiores e correm pouco risco de virilização com a mesma.
Gostou do Post ? Ele lhe foi útil ? Deixe seu comentário, sugestão ou crítica, compartilhe com os amigos. Um grande abraço e até o próximo.

agmjunior

Adicione aqui suas Informações biográficas

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *