Efeitos positivos de um bom sono anabólico

Dormir é algo que agrada a muitos, independentemente da idade, do sexo, das condições financeiras ou de outros fatores. Certamente, essa é uma das ações mais naturais e primitivas do ser humano, a qual implica em inúmeros impactos para o corpo físico, para a mente e para as capacidades psicológicas da pessoa. Conheça a importância de um bom sono anabólico para otimizar os seus resultados dentro da musculação!

Entretanto, apesar de não nos darmos conta, o sono pode influenciar de maneira negativa ou positiva frente a nossa vida por completo: É através do correto sono que obtemos benefícios, como o crescimento (principalmente para crianças e púberes), a produção hormonal elevada, inúmeros efeitos de sínteses, descanso da mente, relaxamento das funções motoras, relaxamento das estruturas físicas, melhora da capacidade psicológica, entre outros tantos. Mas, é também através “sono errado” ou através de sua falta que nos deparamos com prejuízos, como o aumento da ansiedade, o aumento das chances de problemas cardiovasculares, o estresse físico e mental, o mau crescimento, baixa produção hormonal endógena e outras tantas. Assim, é importante conhecer alguns fatores e dosá-los entre sua rotina, a fim de obter o máximo de algo naturalmente prazeroso.

O que é o “sono”?

sono é o estado de ordinário da consciência, caracterizado na maioria dos vertebrados em suas diferentes características o qual proporciona repouso periódico e fisiológico. Durante o sono, são alterados os estados de consciência, portanto, o sono não é unicamente definido como o estado ordinário de consciência, mas sim, complementar e periódica também.

A primeira fase de um ciclo é o NREM, ocupando a maior parte do sono (cerca de 75%). Este, por sua vez é dividido em 4 estágios diferentes: O primeiro é o de sonolência, logo nos primeiros minutos em que o indivíduo adormece e pode facilmente despertar. Nessa primeira fase do sono é a que o indivíduo apresenta maior produção hormonal (em especial de GH), maior síntese protéica e também maior inibição a processos catabólicos.

Na segunda fase do sono, conhecida como REM, há a caracterização de intensa atividade cerebral seguida pelo relaxamento completo da musculatura esquelética, sonhos intensos e fortes, associando-se com a realidade e também apresenta maior fase anabólica do sono.

O sono e o praticante de musculação

Homem descansando após o treino

Como supracitado, durante o sono há grandes fases anabólicas, entretanto essas fases só acontecerão de maneira realmente eficaz, caso estejam frente a um bom sono, ou seja, caso ele propicie possibilidades para isso.

A produção elevada de testosterona, do hormônio do crescimento (GH), de síntese proteica e outros tantos fatores é extremamente importante para a recuperação muscular, física em geral (envolvendo ossos, articulações, tendões, ligamentos etc), mental e, claro, garantir a integridade entre os diferentes sistemas que compõe o corpo.

Além de durante o sono conseguirmos produzir em boa quantidade e qualidade hormônios como GH e Testosterona, é durante o sono também que conseguimos reduzir bem um hormônio que é um influente causador do catabolismo, o cortisol. Durante o sono também aumentamos a produção de serotonina, responsável pelas sensações agradáveis. Ajudando a combater a vontade de comer doces para acalmar os ânimos.

É recomendado, em média, cerca de 7-10 horas de sono, a depender da fase do indivíduo, de suas características normais individuais, suas possibilidades (necessidade de acordar cedo, necessidade de eventualmente acordar no meio do sono etc) e suas preferências também, afinal, vivemos dentro de uma sociedade e também vivemos dentro de nós mesmos, necessitando respeito em ambos os casos.

10 boas dicas para um bom sono:

– Evitar sonecas durante os períodos que não são de sono;
– Proporcionar uma nutrição adequada antes do sono;
– Evitar medicamentos calmantes;
– Praticar exercícios físicos;
– Obter boa cama;
– Obter bom travesseiro;
– Manter a roupa de cama sempre limpa e evitar odores fortes nelas;
– Consumo moderado de chás calmantes (camomila, capim cidreira, erva-doce);
– Evitar a claridade e eventuais ruídos/sons;
– Evitar o fumo, as bebidas alcoólicas e drogas em geral.

Conclusão:

Como um dos eventos fisiológicos mais importantes do corpo, o sono é responsável por inúmeros benefícios e suprimento de necessidades diversas do corpo. Entretanto, para que ele não se torne um vilão, faz-se necessário o equilíbrio entre o dormir (e dormir bem/corretamente) e o período de vigília, também necessário e influente frente ao sono.

Portanto, crie suas próprias diretrizes e hábitos a fim de obter o máximo de resultados.

Acima disso, procure imediatamente um especialista caso tenha algum distúrbio no sono.

Gostou do Post ? Ele lhe foi útil ? Deixe seu comentário, sugestão ou crítica, compartilhe com os amigos. Um grande abraço e até o próximo.

agmjunior

Adicione aqui suas Informações biográficas

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *