ENTENDENDO A MEIA VIDA DOS ANABOLIZANTES

Os esteróides anabólicos são acoplados em cadeias carbônicas denominadas ésteres, que têm como objetivo aumentar a sua meia vida. A meia vida de um esteróide refere-se ao intervalo de tempo necessário para que metade da droga seja metabolizada. Vamos tirar as dúvidas sobre este assunto neste artigo.

Quando uma droga tem meia vida de 12 horas, isso significa que depois desse tempo a sua concentração em nosso sistema cai pela metade sendo que a quantidade estante não estará mais em condição de cumprir sua tarefa apropriadamente.

Por exemplo: O decanoato de nandrolona tem uma meia vida em torno de 15 dias, pois na sua composição existe uma cadeia carbônica (éster) com 10 cabonos. A forma cipionato e enantato possui meia vida de 9 a 12 dias. O enantato é prescrito em alguns países como contraceptivo masculino, de forma que o usuário deve fazer apliações semanais da droga para não engravidar a parceira. A forma propionato possui meia vida em torno de 4.5 dias. Já drogas como o Durateston possui uma combinação de diferentes ésteres que garantem liberação gradual e pode ficar no sistema por até 4 semanas mas sua meia vida é de aproximadamente 15 a 18 dias. Já as drogas orais possuem uma cadeia carbônica muito curta, e possuem meia vida contada em horas e não em dias.

Homem aplicando esteróides anabolizantes

547979

 

Se alguém aplicar 100 mg de decanoato de nandrolona após 15 dias a concentração desta droga cairá para aproximadamente 50 mg, mais 15 dias para 25 mg e assim sucessivamente caso uma nova aplicação não seja feita. Ao planejar um ciclo, o entendimento da meia vida das drogas é fundamental, pois se não for assim o usuário poderá, dentre outros enganos, estar se mantendo no ciclo durante todo o ano salientando assim todos os possíveis efeitos colaterais. Esta informação também pode contribuir para que o ciclo planejado não tenha muita flutuação de drogas no sistema e possa ser mantida concentração sanguínea mais estável.

Meia vida aproximada de alguns esteróides

Anabólicos Injetáveis:

Decanoato de nandrolona 15 dias
Undecilenato de boldenone 16 dias
Mentelona 10.5 dias
Durateston de 15 a 18 dias (1)
Cipionato 12 dias
Enantato 10.5 dias
Propionato 4.5 dias
Testosterona aquosa 1 dia
Stanozolol 1 dia (2)

(1) A Durateston é um composto dos seguintes ésteres com suas respectivas meias vidas aproximadas:
Decanoato 15 dias
Fenilpropionato 4.5 dias
Isocaproato 9 dias
Propionato 4.5 dias

(2) O Stanozolol possui uma meia vida atípica comparada a outras drogas injetáveis, pois seus cristais dissolvem lentamente, mas, tão logo tenham dissolvido, a concentração da droga declina rapidamente.

Anabólicos Orais:

Homem com um esteróide oral na mão

Oximetolona de 8 a 9 horas
Oxandrolona 9 horas
Metandrostenolona de 4.5 a 6 horas
Stanozolol oral ou injetável administrado oralmente 9 horas

Meia vida aproximada de algumas drogas não esteróides anabólicos:

Cloridrato de clembuterol 1.5 dias
Citrato de clomifeno 5 dias
Aminoglutademida 6 horas
Efedrina 6 horas
T3 10 horas

FONTE LIVRO BESTIARIO ANABOLICO WALDEMAR GUIMARÃES.

Gostou do Post ? Ele lhe foi útil ? Deixe seu comentário, sugestão ou crítica, compartilhe com os amigos. Um grande abraço e até o próximo.

agmjunior

Adicione aqui suas Informações biográficas

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *