Tudo sobre a Glutamina

A Glutamina é um clássico no mundo da suplementação e é díficil encontrar uma loja deste ramo que não a tenha na prateleira.

Mas, você sabe o que é glutamina? Sabe se realmente funciona? Isso e muito mais você vai ficar sabendo neste artigo.

O que é a Glutamina?

É um aminoácido condicionalmente essencial, ou seja, o corpo consegue produzí-lo, no entanto, em determinadas situações pode ser promovido a essencial, quando o corpo não consegue sintetizar uma quantidade suficiente para satisfazer as suas necessidades.

Que situações são essas?

Situações de stress extremo, queimaduras, doenças graves, etc.

É o aminoácido mais abundante no tecido muscular, ou seja, de todos os aminoácidos que ingere, este é aquele com a maior presença nos teus músculos.

Encontra-se presente nas carnes, ovos, peixes e outras fontes ricas em proteína, ou seja, na típica alimentação de um fisiculturista.

Quem deve usar Glutamina?

Este é um suplemento que na teoria parece fazer muito sentido, mas na prática não é assim tão óbvio.

Algumas pessoas VÃO ter benefícios com este suplemento, outras PODEM ter e outras dificilmente vão notar algo significativo.

Quem é que vai ter benefícios?

Quem pratica esportos de resistência de longa duração, ou tem treinos muito intensos, longos e repetidos, poderá ter na Glutamina um bom aliado.

Quem é pode ter benefícios?

O verão vem por ai e provavelmente você está pensando na sua dieta para perder gordura.

Se é um daqueles que fazem treinos diários de musculação, com cardio e ainda corta 500 calorias como se não fosse nada, este aminoácido poderá te ajudar na recuperação dos treinos e a manter a tua massa muscular.

Quem é que dificilmente vai ter benefícios?

Quem segue uma dieta hipercalórica, rica em proteínas de qualidade e tem um bom treino, dificilmente vai notar grande coisa porque os seus níveis de Glutamina provavelmente já estão no nível ideal, principalmente se já utilizar um suplemento de Whey.

Ou seja, pessoas suscetíveis a baixar os seus níveis de Glutamina, seja através do treino ou da dieta, podem ter benefícios ao utilizar este suplemento, e pessoas com níveis otimizados dificilmente vão tirar grande proveito desta suplementação.

Homem fazendo o bíceps alternado

Quais são os benefícios da Glutamina?

Já sabe quem pode se beneficiar deste aminoácido, mas ainda não sabe que beneficíos são esses.

Os possíveis benefícios são:

  • Melhor recuperação
  • Melhor performance em esportes de longa duração e treinos muito intensos
  • Efeito anti-catabólico
  • Sistema imunol[ogico reforçado

Existem mais benefícios, afinal de contas este aminoácido é responsável por imensos processos no nosso corpo, mas vamos nos focar nos principais para quem tem como objetivo um corpo mais estético, ou uma melhor performance.

Todos estes benefícios estão normalmente associados a redução dos níveis de Glutamina, tanto através do treino como da alimentação.

Se está treinando para uma maratona, os teus níveis de Glutamina vão baixar e a suplementação faz sentido não só para melhor performance, como para evitar infecções de um sistema imunológico mais fraco, uma melhor recuperação e preservação do tecido muscular.

Se o teu treino passa apenas por 30 minutos de exercício intenso, os teus níveis de Glutamina não vão baixar de forma significativa, e portanto, a não ser que siga uma dieta hipocalórica ou com poucas proteínas, os benefícios serão menores.

O efeito anti-catabólico é provavelmente o mais interessante, próximo ao verão, com tanta gente na esteira e passando fome para mostrar os abdominais.

A Glutamina pode preservar a oxidação da Leucina, e neste estudo, foi demonstrado que o faz quando os níveis de Cortisol – hormônio catabólico – estão altos.

O que a Glutamina NÃO faz

Já sabe que em dietas hipercalóricas, ricas em proteínas de qualidade e com um treino bem programado os benefícios não serão muitos, mas com a quantidade de marketing que existe em volta do mundo dos suplementos, é fácil ficar perdido.

Este estudo separou 31 pessoas entre os 18 e 24 anos em dois grupos, um dos grupos utilizou Glutamina e o outro grupo Maltodextrina durante seis semanas.

Os resultados?

Idênticos.

(Ambos os grupos melhoraram).

Outra coisa que este aminoácido não faz, é melhorar a performance de forma direta em esportes de alta intensidade e curta duração em pessoas saudáveis.

Isto acontece porque este aminoácido nestes casos não sofre mudanças significativas.

Como tomar a Glutamina? Que dose utilizar?

As melhores horas para utilizar este suplemento é antes e depois do treino para manter os niveis elevados.

Em relação a dose, existem vários fatores que devemos considerar, mas no caso da L-Glutamina, deve utilizar pelo menos 5g por dia, sendo que uma dose ótima será de 5g antes do treino e 5g depois do treino.

Pode aumentar estes valores de acordo com as tuas necessidades, mas não ultrapasse as 20g diárias.

Onde comprar?

É díficil encontrar uma loja de suplementos sem Glutamina.

Gostou do Post ? Ele lhe foi útil ? Deixe seu comentário, sugestão ou crítica, compartilhe com os amigos. Um grande abraço e até o próximo.

 

 

agmjunior

Adicione aqui suas Informações biográficas

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Ronaldo disse:

    Muito Top, a Glutamina é realmente poderosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *