Tudo sobre o Deposteron

Produzido pelo laboratório brasileiro Novaquímica, Deposteron é um esteróide anabolizante baseado em Cipionato de Testosterona usado para tratar insuficiência hormonal de testosterona. E, assim como outras testosteronas sintéticas, Deposteron é bastante usado por aficionados de academia para conseguir grandes ganhos estéticos. Hoje falaremos mais sobre Deposteron e suas características.

Indicação médica

A bula de Deposteron informa que esse medicamento é indicado para tratar hipogonadismo masculino primário ou secundário. A caixa contém três ampolas de 2ml que deverão ter aplicação intramuscular profunda no glúteo, realizada de modo lento, para que haja melhor absorção. Essa própria aplicação deve ser feita apenas por profissionais capacitados e deve se garantir que não haja cristais ou partículas na solução.

Liberação lenta

Diferente de outros esteróides que podem mostrar ganhos imediatos por conta de suas fórmulas excessivamente agressivas, o cipionato de testosterona em Deposteron está envolto em um meio oleoso, o que faz com que sua liberação no corpo seja bem mais lenta e a droga permaneça um maior tempo ativa no organismo. Esse método foi desenvolvido exatamente para uma reposição hormonal mais concisa e longa do que imediata, como no caso, por exemplo, do Durateston.

Uso por atletas

O uso estético de Deposteron é proibido no Brasil, mas isso não impede que pessoas usem a substância com outros fins. O uso de Deposteron tem efeitos bastante semelhantes aos de outros esteróides baseados na testosterona: crescimento da massa muscular, acompanhado do aumento de força e ainda diminuição da gordura corporal – todos eles sendo muito buscados por atletas.

Efeitos colaterais

Como é normal de testosteronas sintéticas, quando elas se encontram a algum tempo no organismo, este entende que por conta da alimentação externa não é preciso continuar a produção própria. É aí que mora o perigo: a testosterona sintética aromatiza, se transformando em estrogênio, o que faz com que você perca os ganhos que conseguiu até agora e ainda possa enfrentar problemas mais sérios como atrofiamento dos testículos, levando à esterilização e impotência. Entre os efeitos adversos mais comuns estão:

  • Ginecomastia
  • Aumento da frequência das ereções
  • Queda de cabelo
  • Retenção líquida
  • Náuseas
  • Complicações hepáticas
  • Dor de cabeça
  • Perda da libido
  • Inflamação e dor no local da aplicação

O desequilíbrio das doses de testosterona no plasma sanguíneo, chamados de picos de testosterona, que podem ser causados por esse medicamento, também são responsáveis por distúrbios mentais como ansiedade e depressão. Usuários que utilizam drogas de absorção lenta têm acúmulo do hormônio no organismo, e se a dose não for ajustada ao longo do tempo, isso causará sérios danos à saúde.

Terapia pós ciclo

A TPC deve ser realizada após a ciclagem com Deposteron de modo à manter os ganhos conseguidos e diminuir o risco de ter efeitos colaterais. Os medicamentos mais indicados nesse caso são Tamoxifeno e Clomifeno, usados ao mesmo tempo, para estimularem a produção natural de testosterona ao mesmo tempo em que combatem o estrogênio aromatizado. Em caso de dúvidas ou complicações, procure um médico de confiança e o informe sobre o uso dessa droga.

Ainda que o caminho seja um pouco mais longo, o certo é ter paciência, treinar com bastante foco e alcançar os resultados desejados naturalmente.

Este artigo é apenas informativo, a página não aconselha e nem incentiva o uso de esteróides anabolizantes.

Gostou do Post ? Ele lhe foi útil ? Deixe seu comentário, sugestão ou crítica, compartilhe com os amigos. Um grande abraço e até o próximo.

agmjunior

Adicione aqui suas Informações biográficas

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *